Parceria busca capacitar jovens para o setor de Tecnologia

Uma iniciativa da ACIT (Associação Empresarial de Tubarão), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Município de Tubarão e da 3ª Companhia do 63º Batalhão de Infantaria do Exército busca capacitar e fornecer mão de obra para o setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Município. Reunião ontem (26), na ACIT, iniciou o processo que deverá beneficiar tanto jovens que ingressam no serviço militar, quanto empresas do segmento.

A proposta é capacitar soldados do primeiro ano de serviço militar para que sejam posteriormente habilitados para atuar nas empresas de Tecnologia da cidade. O projeto está alinhado com dois dos eixos do Plano Tubarão 180º: Desenvolvimento e Sustentabilidade e Educação e Cidadania. O Núcleo de Empresas de Tecnologia da Acit, que é um braço regional da Acate (Associação Catarinense de Tecnologia), fará a interlocução com a classe empresarial para organizar as ações.

A partir da forte demanda de mão de obra qualificada para o setor no Município, um dos projetos que está em andamento com foco em suprir esta demanda é o Programa Geração 2050, que atende alunos do nono ano do Ensino Fundamental das escolas municipais e deverá formar 100 adolescentes este ano. Entendendo que o Geração 2050 pode ser ampliado, surgiu a proposta de capacitar jovens em serviço militar.

Na proposta de parceria, o Exército contribuirá liberando e dando suporte logístico a estes soldados para que participem dos cursos de capacitação. As empresas contribuirão com o desenvolvimento da grade curricular em parceria com a unidade do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) de Tubarão, instituição de ensino parceira neste primeiro estágio do projeto, que fornecerá gratuitamente a capacitação. A intenção das empresas é que esta grade seja base para outras instituições de ensino responsáveis por formar esse tipo de profissional no Município.

Um dos diferenciais que levaram Acit e Secretaria de Desenvolvimento Econômico a procurarem o 3ª Companhia do 63º Batalhão de Infantaria do Exército é o processo de seleção pelo qual os jovens passam antes de ingressarem no serviço militar, que tem um perfil considerado adequado para o mercado de trabalho. “Temos conversado com representantes do setor de TIC sobre a necessidade de mão de obra. O Município está atendo e sensível às necessidades do setor. Já o setor, em contrapartida, abraçou a ideia, elogiando e apoiando a iniciativa”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico do Município, Giovani Bernardo.

O prefeito Joares Ponticelli, que é um entusiasta de iniciativas neste sentido, comenta que “esta é uma área de futuro, que tem grande potencial de transformação de vidas. A educação afasta os nossos jovens dos riscos das ruas. O desenvolvimento de oportunidades para esses jovens é um compromisso da gestão municipal. Além do que, essa questão do treinamento de mão de obra a partir do serviço militar obrigatório, foi algo que vimos quando estivemos na Missão Oficial em Israel”.

Por outro lado, também é importante trazer oportunidades aos jovens que ingressam no serviço militar. O processo seletivo obrigatório abrange todos os homens que completam 18 anos no ano corrente. Na região da Amurel, 2,5 mil jovens concorrem anualmente ao processo, dos quais apenas 109 têm a oportunidade de se tornarem efetivamente militares.

Neste processo, o jovem passa por entrevistas, visita social em residência, exames físicos e sanitários e, ao longo do ano de instrução, o universo incorporado absorve importantes valores sociais como disciplina, responsabilidade, espírito de equipe, liderança, abnegação, patriotismo, entre outros. A política pessoal aplicada ao serviço militar obrigatório impede que muitos desses jovens permaneçam no Exército ao final de um ano. Nesse contexto, o aproveitamento desses recursos humanos pela sociedade após a dispensa do serviço militar se faz ainda mais necessário.

Para o presidente da ACIT, Edson Martins Antônio, esta parceria pode contribuir tanto com os jovens que buscam uma colocação no mercado, quanto com as empresas que prezam por bons candidatos. “Receber jovens buscando colocação no mercado de trabalho, com boas referências de padrões éticos e disciplinares é extremamente positivo para qualquer empresa”.

--

Elke Schuch Borges Assessora de Comunicação Jornalista - SC 01274 JP (48) 98848-1462

Tags

Arquivos

Recentes

Destaques

© 2016 ACIT. Orgulhosamente criado por 

Agência Onde Marketing Digital | Google Trust

Av. Marcolino Martins Cabral, 1788 - Ed. Minas Center, 2º andar

Vila Moema  |  Tubarão - SC  |  CEP: 88705-000

+55 (48) 3626.6222  -  secretaria@acittubarao.com.br